COVID19 Soluções e Ideias

Tópico de ideias e discão sobre CODID19

3 Likes

Malta monitorização da temperatura corporal seria uma solução para diagnosticar mais cedo ?

Vamos lá… Parece me exelente ideia

Sem duvida o maior problema a nível hospitalar vai ser falta de equipamentos nomeadamente os ventiladores pois os que existem já estavam a pele na maioria dos Hosp. Não sei muito bem como vamos poder ajudar nesta verdadeira embrulhada. e tenho 33 anos de experiência em equipamentos médicos e conheço quase todos os hospitais em Portugal.

2 Likes

E alguma coisa nas mascaras? A medição de temperatura da respiração por exemplo?!

achas que conseguimos fabricar um Ventilador com sucesso utilizando os recursos que temos ?

um ventilador é um equipamento extremamente complexo, eu não tenho experiência em ventiladores, embora tudo se vai resumir ao desespero do momento, mas se chegarmos a esse ponto esta tudo f… vai ser um teatro de guerra.

Um ventilador é mais complexo na parte mecânica que na parte electrónica, repara que ele se destina a ventilar artificialmente uma pessoa, portanto tens de controlar pelo menos actuadores numa frequência regular de modo a que “comprimam” uma determinada quantidade de ar, para insuflar a pessoa e depois faça a “sucção” da mesma quantidade.

Agora a questão a meu ver será mesmo a capacidade de controlar cadeias de transmissão de forma eficaz e eficiente.

Dito isto, se arranjarmos uma solução capaz de esterilizar superfícies e roupas de forma eficaz virtualmente sem danos, temos um grande avanço no combate ao covid-19.

Dito isto a luz UV 220 a 280 nm, é conhecida por destruir ácidos nucleicos e consequentemente ADN, deixando todos os micro-organismos incapazes de executar funções vitais à sua sobrevivência. Apesar de a exposição poder causar irritação de pele, o seu uso em tecidos, plasticos, etc… não causa grandes danos, desde que por tempos curtos. Se considerar-mos que a maioria dos virus incluindo o nCoV, não aguenta 30s debaixo de tal luz, tudo se resumiria de forma simples a ter uma lampada LED UV, controlada por um micro-controlador e um relé, de forma a ligar por 30s e desligar.

A lampada precisa de um balastro, mas nada do outro mundo e um “gadget” assim, poderia fazer uma grande diferença na quebra de cadeias de transmissão.

3 Likes

Pela temperatura do expirado detectas a temperatura corporal. Um DHT ligado a um micro-controlador, colocado na parte interior da mascara, consegue dar-te a temperatura corporal de uma pessoa em tempo real. Mas repara, quando a temperatura sobe a pessoa está infectada e a contagiar.

@brunohorta, pela saturação de o2 no sangue, consegues em teoria identificar o compromisso da função pulmonar. Se tiveres em conta que o nCoV ataca os pulmões imediatamente, em tese, usando analise de dados em massa, consegues perceber o padrão de descida da saturação de o2 no sangue e consequentemente detectar precocemente o “bicho”. Em tese, obviamente!

Dataset de SPO2:
https://physionet.org/content/bidmc/1.0.0/

Ontem comecei a pensar e estudar a ideia do ventilador. Ao inicio pensei que seria relativamente fácil, mas após estudar um pouco a coisa e me juntar ao projectopenair no Slack, vejo que mais complexo do que pensei e sobre isso posso deixar este link mais elucidativo para alguem que como eu, esta totalmente fora do assunto. https://youtu.be/F7Ce5nhs-3E
Outro documento la partilhado e que gostei de ler foi este https://docs.google.com/document/d/1z7laOQVwt7IMlkoEnKB8dmXo-s_ytuRpLZAG7_KQ0jg/edit#heading=h.t1gujwwdtwii

Esta aqui um projecto para desinfectar as superficies internas de aviões com luz UVC.

1 Like

Pensei numas máscaras com leds UV nessa gama que o @apocsantos falou!

Entretanto estive a estudar o ventilador comercial

NIV- Noninvasive Ventilator - encontrei algumas especificações

Especificações:

Fluxo 1-40 litros/minuto;

Oxigenação 21-100%;

Temperatura 33-43ºC;

Tem 2 filtertraps e humidificador (ainda estou a ver o que são e como funcionam);

Tem 4 conectores universais para Oxigénio e Ar para integrar com os circuitos internos pneumáticos dos hospitais;

A cannula é a última tubagem que está em contacto com o paciente e entra poucos centímetros na cavidade nasal.

Boa noite malta,

Trabalho numa empresa que desenvolve impressas 3D e gostaríamos também de poder contribuir de alguma forma. A ideia é utilizarmos todo o material descontinuado que tenhamos para o que for necessário.

O material que temos é o seguinte:
• Motores NEMA 17;
• Controladoras MKSv1.2+DRV drivers;
• LCD’s;
• Fontes de alimentação 24V, 6.5A;
• Servos;
• Ventoinhas;
• End-stops;
• Parafusaria;
• E muitas impressoras prontas a trabalhar…

Ontem após o post na vossa página do FB sobre a eventualidade de se desenvolver um ventilador de baixo custo, começamos a explorar os vários projectos DIY que entretanto foram sendo divulgados, e começamos a trabalhar sobre um em que os sources CAD foram disponibilizados no github.

O objectivo é alterar esse CAD de forma a utilizarmos o material que temos disponível.

Já temos uma primeira iteração mas que ainda requer mais algum trabalho, assim que tenhamos esta primeira iteração mais fechada, iremos publicar o CAD e a bom-list, talvez amanha ao final do dia.

É necessário ajuda para desenvolver firmware, e perceber que tipo de sensores (pressão, caudal, BPM, temperatura/humidade, CO2 ) e outros dispositivos (filtros, humidificador, etc) deve um sistema destes ter. Podia ainda ser interessante “IOTizar” estes dados.

Existe um artigo bastante interessante, que inclusive deu origem aos desenhos que surgiram no github, que pod servir de ponto de partida.

Entramos em contacto com uma farmácia que para a próxima semana nos ira entregar um insuflador,
é depois necessário reajustar o desenho para esse insuflador.

Após validação final do desenho é necessário quem possa ceder material e corte para a estrutura, neste momento foram utilizados os materiais e espessuras do CAD original (acrílico, 12mm), que devem ainda ser alterados.

Deixo-vos um link do 3D do ventilador.

Utilizem as ferramentas visualização se quiserem ver o interior

Cumprimentos,
André Magro

2 Likes

Daquilo que sei sobre o covid, não porque nem toda a gente faz febre, é o início da infeção é assintomatico

Este é o projecto que me parece mais interessante, tenho aqui um link de uma coisa similar em funcionamento

filme aqui https://news.rice.edu/2019/05/01/student-invention-gives-patients-the-breath-of-life-2/

Já mandei vir na quarta feira a parte fundamental, o saco de compressão

Mas ainda aí está a faltar o humidificador que é fundamental , mas é simples de fazer se me ajudarem com a parte de controlo Electrico e de temperatura.

Aqui vai o manual de um humidificador que basicamente é um disco Electrico

Este projecto parece-me top! A questão da electronica e especificações em termos de concentrações de O2, ar, e humidade, bem como o “output” de ar.

Creio que pegar num ventilador manual, (ambu) podesse ser um bom caminho para construir algo interessante!

Vejo 4 pollu drivers mas só 2 steepers ? um para a pressão outro para a bombada?
Que tipos de sensores isso tem?
Seria necessario ritmo cardiaco e sensore de 02? (outros que n sejam muito comuns ? )

1 Like

Palavras de um Amigo Enfermeiro que está disposto a ajudar tb.

convém referir que provavelmente um ventilador está no top 3 de dificuldade de manuseamento de dispositivos medicos. Há também a referir as complicações decorrentes da ventilação (barotrauma, etc), Infecções associadas à própria ventilação e que devido à complexidade dos doentes críticos muitas vezes são necessários modos ventilatorios avançados. Isto é apenas para dar uma perspectiva da complexidade da ventilação mecânica. Se isto é apenas associado ao manuseamento acredito que a concepção ainda deva ser mais difícil e requeira muitos anos de expertise e conhecimento de anatomia e fisiologia humana.

3 Likes